Pular para o conteúdo

Ctech Solutions – Soluções em Tecnologia

Configuração Básica de um Roteador Mikrotik: Passos Essenciais

    Configuração Básica de um Roteador Mikrotik: Passos Essenciais

    Configurar um roteador mikrotik pode parecer uma tarefa assustadora, especialmente para aqueles que não estão familiarizados com o equipamento. No entanto, com os passos certos e um pouco de orientação, você pode configurar seu roteador de forma eficaz e criar uma rede doméstica estável. Neste guia, vamos abordar os passos essenciais para configurar um roteador do zero, para que você possa começar a aproveitar a conectividade em sua casa.

    Passo 1: Preparando o ambiente

    Você precisará ter previamente instalado em seu computador o winbox (ferramenta utilizada para acessar roteador e outros equipamentos mikrotik), vou deixar abaixo o link. Também será necessário fazer as conexões dos cabos ethernet nas interfaces que serão utilizadas.

    Download do winbox – clique aqui

    Nesse tutorial utilizaremos um modelo básico de roteador, a hAP – RB951Ui-2nD, por ser um modelo de custo bem acessível no mercado, e contar com interface wireless de 2.4 Ghz para configuração de redes wi-fi.
    Mas não se preocupe, as configurações mostradas aqui podem ser aplicadas também a outros modelos de roteadores mikrotik.

    A hAP conta com 5 interfaces ethernet, por padrão utilizaremos a interface ether1 como WAN, conecte a ela o cabo Ethernet que vem do seu modem/onu. Iremos configurar a rede local (LAN) na interface ether5, logo conecte o cabo ethernet do seu computador na ether5 do roteador.

    Pronto, com o roteador devidamente ligado a energia, e os cabos conectados corretamente, conseguiremos acessá-lo e realizar nossas configurações.

    Passo 2: Acessando o roteador

    Na aba Neighbors o winbox faz uma varredura dos dispositivos mikrotik ligados a nossa rede, e como mostra na imagem acima, nossa RB hAP já foi encontrada. Para acessá-la clique em cima do endereço de Mac Address e depois no botão Connect. Por padrão o roteador vem configurado com usuário padrão admin e o password deixamos em branco.

    Ao fazer o primeiro acesso ao mikrotik, nos é apresentada essa tela.
    Por default, o mikrotik já vem com uma configuração básica de fábrica. Como o intuito desse post é fazer a configuração do zero, vamos clicar no botão Remove Configuration, para limparmos essa configuração padrão. Aguarde alguns segundo, é normal o winbox perder a comunicação com o roteador, quando isso acontecer, basta clicar novamente em Connect para acessar novamente o roteador.

    Passo 3: Configurações básicas de segurança

    Agora que estamos com acesso ao roteador totalmente limpo, vamos começar aplicando algumas configurações básicas de segurança. O primeiro passo será criarmos um usuário e senha de nossa preferência, e excluir o usuário padrão admin. Para isso, siga os passos abaixo:

    Clique no menu System -> Users -> Add User.

    Preencha o campo Name com o nome do seu usuário, mude a opção Group para full, pois queremos que o nosso usuário tenha todas as permissões no roteador. Agora crie um Password, lembre de criar uma senha forte. Ao concluir, clique no botão OK.

    Com o nosso novo usuário criado podemos clicar em cima do usuário admin, e clicar no botão remove para excluir o usuário.

    Nosso próximo passo é desabilitar algumas portas que vem habilitadas por padrão no roteador mikrotik.
    Clique no menu IP -> Services.

    Dificilmente usaremos esses serviços em uma rede doméstica e deixá-los habilitados pode trazer risco a segurança da rede. Vamos desabilitar todos os serviços, exceto o winbox, pois precisamos acessar o roteador por meio dele. Para desabilitar um serviço, basta clicar sobre o mesmo, e depois clicar no botão disable.

    Concluímos aqui as configurações básicas de segurança.

    Lembre-se esse tutorial tem como objetivos ajudar pessoas que estão tendo o primeiro contato com o roteador mikrotik. Existem várias outras configurações que poderíamos aplicar para trazer segurança, como regras de firewall por exemplo, mas vamos focar por enquanto em trazer um conteúdo mais básico.

    Passo 4: Configurando PPPoE Client com o provedor

    A maioria dos provedores de banda larga entregam conectividade a seus clientes através de um protocolo chamado PPPoE. Veremos agora como configurar o cliente pppoe no nosso roteador mikrotik.

    Clique no menu PPP -> Add -> PPPoE Client

    Na aba General podemos configurar o nome do pppoe-client, eu deixarei padrão, o mais importante fica na opção Interfaces, aqui temos que selecionar a interface onde ligamos o cabo que veio do modem/onu do provedor. No nosso caso foi ligado na interface ether1. Após selecionar a interface, clique na aba Dial Out.

    Nessa aba vamos configurar a conexão, tenha em mãos o usuário e senha fornecidos pelo seu provedor de acesso, você irá precisar para preencher os campos de User e Password. Marque a opção Use Peer DNS para que o roteador mikrotik receba os DNS dinamicamente do provedor, após isso clique em OK para salvar as configurações.

    Se as configurações estiverem corretas, aparecerá o registro do pppoe client com a flag “R” – running.

    Passo 5: Configurando rede local (LAN)

    Faremos agora a configuração da rede local, para que os dispositivos da nossa rede possa receber um IP. Faremos a entrega desses IP’s de forma automática, através do DHCP (Dynamic Host Configuration Protocol). Para isso vamos primeiro ter que definir um IP para a nossa interface onde ligaremos nossos dispositivos.

    Clique no menu IP -> Address -> Add

    Em Address preencha o IP de Gateway 192.168.0.1 em seguida vamos definir o barramento /24, que nos disponibilizará 256 IP’s, sendo 254 destinados a Host’s. Logo em seguida seleciona a interface que receberá o IP, nosso caso, tínhamos definido que a interface ether5 seria nossa rede local (LAN).

    Pronto, com o IP devidamente configurado, vamos agora configurar o Servidor de DHCP, para que o nossos dispositivos possam receber IP de forma automática.

    Clique no menu IP -> DHCP Server – DHCP Server Setup. Esse assistente nos ajudará a configurar o Servidor de DHCP de forma rápida e eficiente. A configuração é bem intuitiva, basta selecionar a interface ether5 e ir clicando em Next.

    Pronto, concluímos a configuração do Servidor de DHCP. Se formos na aba Leases conseguimos ver que nosso computador conectado a interface ether5 já conseguiu obter endereço de IP do nosso roteador.

    Mas ainda não conseguimos navegar, precisamos agora configurar o NAT, para que os dispositivos da rede local consiga navegar na internet.

    Passo 6: Configurando o Protocolo NAT (Network Address Translation)

    Por se tratar de uma rede privada, os números de IP 192.168.0.0/24, e demais IP’s privados nunca poderiam ser passados para a Internet, pois não são roteados nela e o computador que recebesse um pedido com um desses números não saberia para onde enviar a resposta. Sendo assim, os pedidos teriam de ser gerados com um IP global do roteador, ou seja aquele IP que o provedor entregou através do protocolo PPPoE. O NAT se encarrega dessa tradução, reescrevendo os endereços IP de origem de um pacote que passam pelo roteador de maneira que um computador de uma rede interna tenha acesso a Internet.

    Para configurar o NAT, siga o passo a passo:

    Clique no menu IP -> Firewall -> NAT -> Add.

    Selecione a Chain: srcnat, e em Out-Interface: selecione a interface pppoe-client previamente criada.

    Na aba Action, selecione a Action: masquerade.

    Pronto, agora nosso computador já consegue navegar na internet. Vamos realizar um teste rápido de ping em nosso computador.

    Passo 7: Trocando o nome (Identity) do roteador

    Por padrão o roteador mikrotik vem com o nome Mikrotik, vamos ver agora como altera-lo.

    Clique no Menu System -> Identity, no campo Identity digite o nome que dará ao seu roteador. Para salvar, basta clicar em OK.

    Veja que agora o nome do roteador foi atualizado.

    Considerações finais

    Espero que esse post tenha te ajudado a ter uma visão mais clara de como funciona uma configuração básica no roteador mikrotik. Em próximos posts trarei como configurar a interface de wireless desse dispositivo.
    Não esqueça de utilizar o campo de comentários aqui embaixo para tirar alguma dúvida, ou sugerir algum conteúdo aqui.

    Grande abraço, e até a próxima.

    Comentários

    1. Wow, wonderful blog structure! How lengthy have you ever been blogging for?
      you made blogging glance easy. The overall look of your web
      site is excellent, let alone the content! You can see
      similar here sklep

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Abrir chat
    1
    Precisa de ajuda?
    Olá, tudo bem? Em que posso ajudar?